Antonio Carlos Jobim - Matita Perê (1973)

O matita-perê é um dos muitos pássaros que Tom, mateiro por vocação e paixão, reconhecia de longe. E cuja beleza, não óbvia para a maioria (como a do urubu, que Tom também cantou) ele reconhecia: seu canto de duas notas ao entardecer, por exemplo, que, na tradição do sertão, é a voz do destino e dos mistérios da mata. As enigmáticas duas notas podem ser ouvidas com frequências ao longo desta majestosa coleção de peças e canções, gravada em janeiro de 1973 em Nova York. Predomina o luxuoso instrumental de tom, com destaque para The Mantiqueira  range e para a minissuite composta para o filme “Crônica da Casa Assassina”, de Paulo César Sarraceni. O Próprio Tom Arrisca-se no vocal nas canções – coisa que faria com frequência dali em diante – oferecendo, entre outras, a sua versão para o já clássico Águas de Março.

Faixas:
01. Águas de Marco 
02. Ana Luiza 
03. Matita Perê
04. Tempo do Mar 
05. The Mantiqueira Range 
06. Cronica da Casa Assassinada 
07. Rancho das Nuvens 
08. Nuvens Douradas 

Baixar:

97 MB - ZiP - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO



Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas