Belchior - Baihuno (1993)

 Em “Baihuno”, Belchior faz uma análise existencial do meio urbano no Sudeste, comparando-o à Babilônia, símbolo de desterro e cativeiro. Diz Belchior:
"Conta aos amigos doutores que abandonei a escola pra cantar em cabaré, baiões, bárbaros, baihunos, com a mesma dura ternura que aprendi na estrada e em Che. Ah! metrópole violenta que extermina os miseráveis, negros párias, teus meninos! Mais uma estação no inferno, Babilônia, Dante eterno! há Minas? Outros destinos? Pouco adiante acrescenta: Ao pastor de minha igreja diz que essa ovelha jamais vai ficar branquinha. - Não vendi a alma ao diabo... O diabo viu mau negócio nisso de comprar a minha. Se meu pai, se minha mãe se perguntarem, sem jeito - Onde foi que a gente errou?"

Faixas:
01. Baihuno
02. Num País Feliz
03. Senhoras do Amazonas
04. Notícia de Terra Civilizada
05. Quinhentos Anos de Quê
06. Ondas Tropicais
07. Onde Jaz Meu Coração
08. Lamento do Marginal Bem Sucedido
09. S.A.
10. Amor e Crime
11. Balada do Amor
12. Elegia Obscena
13. Arte Final
14. Se Você Tivesse Aparecido
15. Viva La Dolcezza!
16. Até Mais Ver

Baixar:

140 MB - MP3 - 320 Kbps - REMASTERIZADO 




Comentários

Postagens mais visitadas